Fechar Propaganda

Vereador propõe ação popular para garantir pagamento integral da insalubridade

Flausino também frisou que a ação deve exigir o pagamento retroativo a mês de janeiro que os servidores não receberam integral. “Essa é melhor saída momento, haja visto, que as discussões estão se alongando e os servidores públicos estão prejuízo”, declaro

Atualizado em 06/02/2019 18:32:43

Durante a sessão da Câmara na última segunda-feira, dia 4, o vereador Agilson Flausino declarou que depois de consultar um advogado, mais plausível para o momento seria ingressar com uma Ação Popular de Inconstitucionalidade no Ministério Público para que o prefeito Pedro Coelho volte a pagar a insalubridade com base nos cálculos anteriores.
Flausino também frisou que a ação deve exigir o pagamento retroativo a mês de janeiro que os servidores não receberam integral. “Essa é melhor saída momento, haja visto, que as discussões estão se alongando e os servidores públicos estão prejuízo”, declarou
Agilson relata que essa seria forma mais justa de resolver esse grande problema, até realmente se defina o percentual do indexador de cálculo da insalubridade.


Você também pode querer ver estas notícias!

Semana Pedagógica prepara professores da rede municipal para a volta as aulas

“Prefeito não cumpriu o que prometeu”, denunciou ‘Joaquim da Ambulância’

Prefeitura assume dívida de R$ 4 milhões para extinguir Codesa

Agricultura recebeu doação de mudas de árvores da Copel

Fechar (X)