Fechar Propaganda

‘Explosão’ da criminalidade em Goioerê motivou a transferência de 30 presos

Atualizado em 24/08/2017 19:30:58

Atendendo solicitação do Ministério Público, a Juíza Fabiana Matie Sato, determinou a transferência de pelo menos 30 presos da cadeia de Goioerê. A determinação é em atenção a uma ação civil pública, assinada pelo Promotor de Justiça, Marcos Lopes.
Na decisão liminar, a Juíza cita que houve uma ‘explosão’ da criminalidade em Goioerê, com 11 fugas registradas nos últimos dias, ladrões agindo de bicicleta e roubando à luz do dia. A transferência de presos, segundo ela, é um dos meios de ajudar as autoridades, a retomarem o controle da situação de segurança em Goioerê
Por seu lado, o Promotor de Justiça, Marcos Lopes, disse que a decisão de pedir a transferência dos presos se deu por conta da superlotação da cadeia local, que tem mais de 40 condenados que deveriam cumprir suas penas nas penitenciárias do estado.
Ainda segundo o representante do Ministério Público, a superlotação da cadeia e as fugas, também contribuem para o aumento da criminalidade. “Quanto mais presos, mais difícil de se controlar”, destacou.

(Com informações da Gazeta Regional)


Você também pode querer ver estas notícias!

Coordenadores pedagógicos foram homenageados

Sistema de negócio da Hinode é que mais cresce no Brasil

Entidades de Goioerê participam de reunião sobre o Nota Paraná

Acidente envolvendo dois caminhões e um veículo mata quatro ‘perfumeiros’

Fechar (X)